Doc Rivers. O fim de uma era.

Notícias Out 10, 2020

A passagem de Doc Rivers pelo LA Clippers se encerrou no último dia 28 de Setembro quando ambas as partes concordaram que ele não retornaria para a próxima temporada.

Ao longo dos 7 anos a frente como Treinador Principal da franquia, Rivers teve 356 vitórias (recorde da franquia) e 208 derrotas em temporada regular com uma porcentagem de 63% nos jogos. Em pós temporada, o seu record é de 27-32 com 45% de aproveitamento.

Em Los Angeles, sua passagem não teve tanto impacto positivo quanto ao título da NBA com Boston em 2008 e colecionou alguns fracassos no decorrer da sua estadia na cidade dos sonhos. Com o Clippers, Rivers esteve duas vezes de uma vitória para chegar a primeira final de conferência da franquia e nas duas oportunidades, o time perdeu 3 jogos seguidos, levou a virada e o sonho do título se encerrou.

Rivers teve também participações em contratações, recrutamento de jogadores e até mesmo em renovações de contratos por um período em LA com diversas decisões erradas e questionáveis até que Ballmer o retirou da função, deu mais autoridade de trabalho para Lawrence Frank, Michael Winger e até mesmo o consultor Jerry West.

Na temporada de 2019-20, em suas mãos obteve o elenco mais talentoso da história da franquia contando com a contratação de Kawhi Leonard e a troca pelo All Star Paul George. Após a retomada da liga, em meio a pandemia da COVID-19, o time chegou aos playoffs e foi eliminado na segunda rodada, no jogo 7 contra o Denver Nuggets.

No seu repertório em playoffs, Rivers só conseguiu vencer 3 séries (Warriors 2014, Houston 2015 e Dallas 2020) e possui recorde negativo de 3-6, incluindo as duas viradas vencendo por 3-1.

O coach mais vencedor da franquia, hoje já possui uma nova casa, ao longo dos 7 anos colecionou bons e maus momentos, sendo os ruins como o maior impacto, participou exclusivamente do crescimento da franquia, no desenvolvimento de uma nova cultura após o escândalo de racismo e teve a possibilidade de ser campeão, onde não obteve êxito.

A era de Rivers em LA se encerra com um retrospecto positivo porém com um clima conturbado e um sistema de jogo saturado. Em seu último ano não conseguiu ter sucesso com Kawhi Leonard e Paul George e após mais uma derrota nos playoffs, a situação ficou insustentável. O Clippers agradeceu os serviços prestados pelo seu ex técnico, mas chegou a conclusão que precisava de uma mudança.

Clippers ainda se encontra sem um Head Coach e nas últimas semanas, já começou seu processo de recrutamento. Alguns nomes tiveram reuniões com os executivos do Clippers sendo eles os assistentes Darwin Ham (Bucks), Ty Lue (Clippers), Wes Unseld Jr. (Nuggets) e Mike Brown (Warriors) esse último teve uma impressão muito boa na entrevista e pode ganhar força para os próximos dias.

#ClipperNation